• ODiáriofest
  • ODiáriobuscas
  • Ivoti FM Online
  • O Diário TV
  • Eleições 2016

  • Contato enviado com sucesso!
    Por: Eduardo Silva  Publicado em 14/11/2017 17:01:43
    IVOTI
    Comissão recomenda que Baltasar devolva valores
    Autarquia Água de Ivoti
    Adequação do gerador custou R$ 3.550; tensão era incompatível
    Ivoti - O ex-diretor da Autarquia Água de Ivoti, Baltasar Hansen, poderá ter que devolver R$ 3.550 aos cofres públicos. Os valores dizem respeito aos gastos com a adequação de um gerador adquirido pela empresa municipal. Baltasar era o diretor da Autarquia na gestão do ex-prefeito Arnaldo Kney e foi o responsável pela compra.
    A Comissão de Processamento Administrativo Disciplinar apurou "fatos relativos à responsabilidade pelo ressarcimento ao erário dos valores gastos com a aquisição de gerador e reboque para o respectivo transporte, incompatível à necessidade da Água de Ivoti".

    TENSÃO INCORRETA

    A respeito dos fatos apurados, a Comissão compreendeu que houve prejuízo aos cofres públicos. Havia necessidade de definir, ainda, o valor a ser ressarcido e quem seria responsabilizado. O parecer técnico assinado pelo engenheiro civil Lucas Flores Alves confirmou que havia necessidade da compra do gerador, levando em conta o uso do equipamento em situações de desabastecimento ou casos de calamidade pública.
    No mesmo parecer, Baltasar foi apontado como responsável pela compra em função de ter elaborado o termo de referência para a aquisição do gerador "especificando a necessidade (...) que forneça a tensão de 127/220 VAC em triângulo". Ainda no parecer, foi citado que as instalações da Água de Ivoti contam com bombas submersas com tensão nominal trifásica de 220/380 VAC, impossibilitando o uso do gerador no conjunto dos poços existentes.

    GERADOR PARADO

    O engenheiro registrou que o equipamento ficou parado no estacionamento da Autarquia por bastante tempo, por não haver necessidade de uso e quando foi testado não apresentou funcionamento correto. Posteriormente, foi feita uma adequação pela empresa fornecedora no gerador, no valor de R$ 3.550. Essa é a quantia indicada pela Comissão para ser ressarcida pelo ex-diretor da Autarquia.

    Baltasar confirmou que o gerador adquirido foi adequado no valor referido. A Comissão entendeu que, assim, ele assumiu de forma implícita a responsabilidade pelo custo a mais. O ex-diretor também alegou que pode ter havido um erro de digitação no documento, que ele não teria percebido. O atual diretor da empresa, Gilmar Grub, declarou que está analisando o processo para tomar as medidas cabíveis, estudando o caso com o setor jurídico. 


    Para ver o texto completo, fotos e outros conteúdos privados, Clique aqui.
            Comunicar erros
    COMENTE ESSA NOTÍCIA
    LEIA TAMBÉM
    Desenvolvido por: Andriel Artmann