• ODiáriofest
  • ODiáriobuscas
  • Ivoti FM Online
  • O Diário TV
  • Eleições 2016

  • Contato enviado com sucesso!
    Por: Eduardo Silva  Publicado em 12/01/2018 09:26:38
    ESTÂNCIA VELHA
    Obra interrompida por vazamento da Corsan
    Eduardo Silva
    Vazamento de água na rua C interrompeu conserto da via pela Prefeitura
    Estância Velha - Depois de reivindicações dos moradores e reportagens do Diário, as ruas da Vila Seca, na divisa do município com Ivoti, começaram a ser consertadas. As máquinas da Secretaria de Obras de Estância Velha iniciaram o trabalho de colocação de uma base asfáltica nas vias acidentadas da localidade na quarta-feira, 10.
    No dia seguinte, quando o trabalho estava sendo concluído, os moradores chegaram a parar em uma das esquinas para observar o serviço, tamanha a ansiedade por uma definição: "A previsão era concluirmos até 20 de dezembro, mas tivemos problemas com falta de máquinas e funcionários. Além do conserto, também alargamos as ruas e fizemos podas", explicou o secretário de Obras, Edson Rodrigues.

    INTERRUPÇÃO

    Moradores do local relataram diversos prejuízos financeiros em seus veículos em função dos buracos nas vias, além do risco de acidentes de trânsito. Contudo, a obra teve que parar. Quando as máquinas da Prefeitura desciam a rua C, encontraram um vazamento de água, o que forçou a interrupção do serviço.
    O líder comunitário, Dorvalino Padilha, afirmou que desde o final do ano passado vem alertando a Corsan a respeito do problema. Outros moradores foram pessoalmente na tarde de quinta-feira até a sede da empresa no município comunicar sobre o vazamento. Até o fechamento desta edição, porém, o problema não havia sido resolvido.

    "MURRINHAS RECLAMANDO"

    A respeito do vazamento de água na rua C da Vila Seca, o gerente da Corsan, Marco Prade respondeu ironizando: "Na Corsan só tem vagabundo, ninguém quer trabalhar. É por isso. Deixam vazando de propósito". Irritado, acrescentou que "a Prefeitura fica estourando cano nosso por aí e a gente tem que correr para arrumar, mas aí ninguém vê". Prade afirmou que "uns murrinhas ficam reclamando de um 'vazamentinho' e vocês fazem uma onda em cima".
    Mais calmo, informou que tentaria resolver o problema do vazamento ainda na quinta-feira, 11. A empresa trabalhava no mesmo dia no bairro Campo Grande.  


    Para ver o texto completo, fotos e outros conteúdos privados, Clique aqui.
            Comunicar erros
    COMENTE ESSA NOTÍCIA
    LEIA TAMBÉM
    Desenvolvido por: Andriel Artmann