Publicidade
  • Publicidade
  • ENQUETE
    Você concorda com a norma que está sendo discutida pelo Conselho Estadual de Educação que deve impedir escolas de suspender ou expulsar alunos?
    Sim, alunos precisam estar na escola- 2.86% dos votos
    Não, quando desobedecem precisam ser punidos- 97.14% dos votos
    Não tenho opinião formada sobre o assunto- 0.00% dos votos
    Até o momento: 35 votos
    CADERNOS
    EDITORIAL
    ARTICULISTAS
    ARTICULISTAS
    Publicidade


  • 13/11/2012 - 17h56min - Atualizado em: 14/11/2012 - 12h15min

    Compartilhar    

    LINHA NOVA
    Cultivo do morango semi-hidropônico atrai produtores
    Método diferenciado de produção garante qualidade da fruta e facilidades para os agricultores
    Cultivo do morango semi-hidropônico traz bons rendimentos aos agricultores| Créditos: Alex Günther

    Linha Nova - Desde maio deste ano o agricultor Valdemar Kierkow trabalha com estufas de semi-hidroponia no Canto Bayer, e o fruto de maior destaque tem sido o morango. Tradicionalmente o fruto é plantado em canaletas no chão, mas esse modo inova por sua praticidade, com pouco uso de fertilizantes, além de dar maior longevidade e qualidade ao morango. "As raízes ficam fixadas em sacos plásticos com compostos orgânicos, como casca de arroz carbonizado, sob uma bancada de madeira. Por dentro dos sacos passam os nutrientes através de gotejamento", explica Valdemir.

    Outro diferencial para a produção convencional é que a alta temporada acontece entre dezembro e janeiro, enquanto a semi-hidroponia permite o cultivo o ano todo. As variedades cultivadas na propriedade são as chilenas Albion e San Andreas e elas são colhidas três vezes por semana. 

    Valdemar tem duas estufas com cerca de 4.500 pés de morangos | Créditos: Alex Günther

    Investimento e praticidade

    Valdemar revela que foram investidos cerca de R$ 9 mil em estrutura nas duas estufas, com 4.500 pés cada. Com relação ao retorno financeiro, o agricultor sorri e afirma que não há do que se queixar: "Não perdemos nada aqui, tudo é colhido. Está cobrindo os custos e sobrando uma margem para a família. É um investimento alto, mas o retorno é garantido".

    Confira matéria na íntegra na edição desta quarta-feira (14)



    Créditos: Alex Günther
    Tags: agricultura, semi-hidroponia, cultura, produção, morangos,
    Notícias Relacionadas




  • Ivoti
    Av. Presidente Lucena, 3332
    (51) 3563.3333
  • Dois Irmãos
    Av. São Miguel, 1020
    (51) 3564.4922
  • Estância Velha
    Av. Sete de Setembro, 323/34
    (51) 3561.6562
  • Nova Petrópolis
    Rua Sete de Setembro, 305/01
    (54) 3281.4432
  • Picada Café
    Rua Vicente Prieto, 225
    (54) 3285.1819